Print Friendly, PDF & Email

Ah, é bem verdade, fui a toda parte
E .z de mim um tolo perante todos,
Gorei os pensamentos, vendi barato o mais caro,
Renovei velhas ofensas às minhas afeições.
Certo é que encarei a verdade
De soslaio e a estranhei; mas, por tudo que foi dito,
Esses erros deram novo alento ao meu coração,
E as piores tentativas provaram que és meu amor.
Agora tudo está feito, tenha o que não tiver fim;
Meu apetite nunca mais eu moerei
Para obter novas provas, para testar um velho amigo,
Um deus do amor a quem sirvo.
Então, receba a mim, dando-me o melhor dos céus,
Mesmo para o teu mais puro e adorado coração.Alas, ’tis true I have gone here and there
And made myself a motley to the view,
Gored mine own thoughts, sold cheap what is most dear,
Made old offences of affections new;
Most true it is that I have look’d on truth
Askance and strangely: but, by all above,
These blenches gave my heart another youth,
And worse essays proved thee my best of love.
Now all is done, have what shall have no end:
Mine appetite I never more will grind
On newer proof, to try an older friend,
A god in love, to whom I am confined.
Then give me welcome, next my heaven the best,
Even to thy pure and most most loving breast.