Please consider donate. | Por favor, considere doar qualquer quantia para mantermos o site.

Inicial Fórum Peças Conto de Inverno Sinopse

Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Autor
    Posts
  • #10810

    Conto do Inverno
    Período escrito: 1610-1611
    Primeira Apresentação Conhecida: 15 de maio de 1611 (Globe Theatre, em Londres)

    Camilo e Archidamus estão discutindo a amizade de longa data entre Leontes e Polixenes, seus respectivos reis. Polixenes está hospedado na corte de Leontes e é persuadido pela esposa de Leontes, Hermione (que age por sugestão de Leontes) a ficar mais tempo. Porém Leontes fica com ciúmes do afeto visível à Polixenes por Hermione, e se convence que eles estão tendo um caso. Tão rapidamente a inveja cresce que Leontes pede a Camilo envenenar Polixenes. Camilo, sabendo da inocência de Polixenes, informa-o das intenções de Leontes, e Polixenes foge da Sicília para Bohemia, levando com ele Camilo.

    Leontes publicamente acusa a grávida Hermione, e coloca-a na prisão, mandando Cleomenes e Dion para consultar o oráculo para ter seu curso de ação confirmado.

    Depois que ela dá a luz, Leontes anula as opiniões dos nobres, e bane o bebê. Um dos nobres, Antígono, é instruído a levar o bebê e abandoná-lo longe da Sicília. Então Leontes coloca Hermione em julgamento, porém Cleomenes e Dion trazem o juízo do oráculo que proclama Hermione, Polixenes, e Camilo todos inocentes, e prevê que Leontes não terá nenhum herdeiro se o bebê banido não for encontrado. Leontes rejeita o oráculo, aquando vêm a saber que seu filho morreu. Hermione desmaia e é levada para fora. Imediatamente Leontes se arrepende. Paulina volta e diz que Hermione está morta. Leontes faz votos de tristeza perpétua.

    Na Boêmia, Antígono relutantemente deixa o bebê por si só, mas quando começa o caminho de retorno para casa é morto por um urso. O bebê é resgatado e adotado por um pastor e seu filho, um palhaço.

    O Coro e o Tempo levam a peça para a frente 16 anos. Polixenes e Camilo disfarçam-se para estar presentes em um festival de tosquia. Polixenes quer descobrir o que está acontecendo com seu filho Florizel, que está apaixonado pela filha adotiva do Pastor, agora chamada de Perdita. Um ladino, Autólico, depois de bater a carteira do palhaço, vem ao festival para vender suas mercadorias. Danças e cantos acontecem e Florizel e Perdita planejam se casar. O disfarçado Polixenes sugere a Florizel que aquilo deve ser dito a seu pai; Quando Florizel recusa, Polixenes se revela, e proíbe Florizel de ver Perdita novamente.

    Com a ajuda de Camilo os dois amantes fogem para a Sicília, onde o piedoso Leontes agora visita o túmulo da esposa. Leontes os acolhe, e Florizel afirma que eles estão lá com o conhecimento de seu pai.

    De volta à Bohemia, o Pastor decide contar a verdade a Polixenes sobre o nascimento de Perdita, tornando-a elegíveis para o casamento com Florizel, e Autolycus ajuda-os a chegar ao tribunal. Então, todos eles fazem o seu caminho para a Sicília. Quando Polixenes inesperadamente chega, o calor do seu encontro com Leontes é descrita por um grupo de cavalheiros, que relatam o desenrolar de toda a história de Perdita.

    Paulina convida a todos à tumba de Hermione para ver uma escultura notável de Hermione. Paulina, tendo feito voto de que Leontes não teria nenhuma mulher nova ao menos que ela escolhesse uma para ele, revela que ela pode fazer a estátua se mover. Quando isso acontece, ela se mostra Hermione, que havia sido escondido por Paulina até Leontes retomar seus sentidos. Perdita e Hermione são reunidas. Paulina lamenta a perda de seu marido, e Leontes casa-a com Camilo. Leontes implora o perdão de Hermione e Polixenes.

Visualizando 1 post (de 1 do total)

Você deve fazer login para responder a este tópico.

Fechar Menu