Please consider donate. | Por favor, considere doar qualquer quantia para mantermos o site.

Inicial Fórum Peças A Tempestade Sinopse

Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Autor
    Posts
  • #10745

    A Tempestade
    Período escrito: Por volda de 1611
    Representada pela primeira vez: 01 de Novembro de 1611 (Whitehall Palace, Londres)

    Um navio que transportava Alonso, rei de Nápoles, seu filho Fernando, Antonio, e outros nobres, é destruído em uma tempestade criada pelo espírito Ariel, sob a influência da arte mágica de Próspero. À filha de Próspero, Miranda, com medo dos viajantes, é dito que eles são seguros. Próspero explica para Miranda que é o legítimo Duque de Milão, usurpado por Antonio, e que eles haviam chegado em sua ilha muitos anos antes de ser enviado para o mar por alguns daqueles que agora ele tem em seu poder.

    Quando Miranda dorme, Ariel relata que os senhores estão na ilha como Próspero havia ordenado, com Ferdinando separado dos outros. Calibã, um selvagem habitante da ilha, que também é controlado por Próspero, expressa sua hostilidade para com a Próspero, mas é forçado a fazer suas vontades. Próspero diz a Ariel para liderar Ferdinando, através de toda a ilha, para que ele conheça Miranda, e eles se apaixonem. Para testar o seu valor, Próspero faz Ferdinando realizar tarefas domésticas.

    Alonso e os senhores começam sua busca por Ferdinando, apesar de temer que ela tenha se afogado. Antonio convence o irmão de Alonso Sebastian para matar o rei e reclamar o seu trono, mas Ariel intervém e pára-os. Caliban encontra o bobo de Alonso, Trínculo e o mordomo Stephano, a quem ele decide servir com o objetivo de persuadi-los a matar Prospero. Eles ficam bêbados e Próspero envia Ariel para confundir e jogar truques sobre eles.

    Um banquete mágico é colocado diante dos senhores. Enquanto se preparam para comer, Alonso, Sebastian, e Antonio são ferozmente repreendidos por suas ações passadas por Ariel. Alonso sai correndo, seguido pelos outros. Próspero traz Íris, Juno, Ceres numa cerimônia que celebra Ferdinando e o noivado de Miranda. Ele coloca Ariel e outros espíritos para perseguir Calibã, Stephano, e Trínculo afastando-os através dos pântanos, para frustrar seu plano contra ele. Próspero, então, promete desistir de seus poderes mágicos uma vez que ele alcançou seus objetivos, e para liberar Ariel, que tem implorado por liberdade.

    Ariel leva os senhores a Prospero, e eles ficam em transe diante dele. Ele desperta-os, e eles pedem perdão, que Próspero concede, e ele é restaurado ao seu ducado. Ferdinando e Miranda são revelados a eles. Ariel lidera os marinheiros de seu navio, e, em seguida, Calibã, Trínculo, e Stephano. Calibã lamenta seu serviço a Stephano e Trinculo, e promete se comportar. Próspero liberta Ariel, e, finalmente, pede à audiência por sua própria libertação, através de seus aplausos.

Visualizando 1 post (de 1 do total)

Você deve fazer login para responder a este tópico.

Fechar Menu