Please consider donate. | Por favor, considere doar qualquer quantia para mantermos o site.

Inicial Fórum William Shakespeare Quem foi William Shakespeare? Shakespeare: mito ou realidade?

Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Autor
    Posts
  • #10762

    A estreia do filme Anonymous coloca em xeque a questão da autoria do poeta inglês. Shakespeare teria escrito tantas obras-primas mesmo sem nunca ter frequentado uma universidade? Analise trechos de obras com os alunos e discutam o assunto em sala

    Objetivos
    – Pesquisar a biografia de William Shakespeare.
    – Ler e analisar o primeiro ato de seis obras do poeta inglês: Sonho de uma noite de verão, O mercador de Veneza, Henrique V, Hamlet, Macbeth e O rei Lear.

    Conteúdos
    – Literatura.
    – Shakespeare e sua obra.

    Materiais necessários
    Cartazes, pincel atômico e lápis colorido. Cópias da reportagem “Era ou não era, eis a questão” (Veja, Ed. 2242, de 9 de novembro de 2011) para todos os alunos; e cópias do primeiro ato de seis livros de Shakespeare: Sonho de uma noite de verão, O mercador de Veneza, Henrique V, Hamlet, Macbeth e O rei Lear para cada um dos grupos.

    Tempo estimado
    Quatro aulas

    Introdução
    É sabido que as biografias de William Shakespeare não oferecem muitos dados concretos sobre a vida do renomado poeta inglês, principalmente sobre sua infância e juventude. Entretanto, sabemos que o maior gênio da dramaturgia inglesa não teve origem na nobreza. Mesmo sendo filho de um rico comerciante e, por isso, pertencente à middle-class, sabe-se que o prodígio nunca frequentou uma universidade. Daí vem a especulação: seria esse rapaz de baixa instrução capaz de ser verdadeiramente o autor de obras-primas como Hamlet, Macbeth ou Sonho de uma noite de verão?

    Veja desta semana comenta a conturbada estreia do filme Anonymous do diretor alemão Roland Emmerich. Segundo a reportagem, a grande polêmica gerada pelo filme decorre da tese de que Shakespeare não foi Shakespeare. Aproveite esta calorosa discussão para convidar os alunos a adentrarem no mundo do maior escritor da língua inglesa.

    Preparação

    Antes de iniciar esta proposta de aula, avise aos alunos para trazerem de casa uma pesquisa sobre a vida e a obra de William Shakespeare. Através de consultas em bibliotecas ou na internet, os estudantes deverão fazer apontamentos sobre os principais dados biográficos do poeta inglês. Você também poderá contribuir para a ampliação deste material através de pesquisas mais detalhadas (veja a bibliografia sugerida no final deste plano de aula).

    Desenvolvimento

    1ª aula
    Comece solicitando aos alunos que exponham resumidamente o resultado de suas pesquisas sobre Shakespeare e anote as principais informações na lousa. Procure esclarecer algumas dúvidas e aproveite para detalhar um pouco mais o resultado da pesquisa com os dados que você localizou previamente. Com a lousa devidamente preenchida, estimule a turma a comentar o quadro panorâmico sobre a vida e a obra do grande poeta inglês.

    Em seguida, apresente à turma a reportagem “Era ou não era, eis a questão”, de André Petry, publicada em Veja. Peça que realizem a leitura individualmente. Após alguns minutos, pergunte aos alunos qual é o tom da crítica realizada pela reportagem em relação à conturbada tese proposta pelo filme Anonymous. Por que o autor da reportagem diz que “como promotor da teoria oxfordiana, Anonymous é uma piada – mas uma piada de gosto duvidoso”?

    A turma deverá apontar que o texto traz uma crítica que duvida da polêmica tese proposta pelo filme. Para justificar as respostas os alunos ainda podem destacar trechos da reportagem tais como: “como filme, Anonymous é confuso, com flashbacks sobre flashbacks, mas não deixa de ser boa diversão de domingo: o figurino, a cenografia e o elenco são excelentes”. Ou, ainda, que o filme apresenta “incongruências cronológicas grosseiras e um punhado de erros factuais, além de promover uma barafunda sobre os movimentos literários”.

    Pergunte aos estudantes se eles conhecem algumas das obras de Shakespeare e discuta com eles o que pensam a respeito da questão da autoria. Existem elementos comuns às obras, que caracterizem as peças de Shakespeare?

    Para finalizar, peça aos alunos que deem uma olhada em livros do poeta inglês disponíveis na biblioteca da escola e conte que, nas próximas aulas, vocês irão analisar alguns trechos de peças teatrais do escritor.

    2ª e 3ª aulas
    Apresente à turma as seis peças de Shakespeare que serão trabalhadas nesta aula: Sonho de uma noite de verão, O mercador de Veneza, Henrique V, Hamlet, Macbeth e O rei Lear. Para contextualizar, comente resumidamente as principais características de cada obra, de acordo com as informações abaixo.

    Sonho de uma noite de verão – Escrita provavelmente em 1594, é uma das comédias mais conhecidas de Shakespeare. A peça trata das preocupações humanas, como por exemplo, a idolatria amorosa em oposição ao amor verdadeiro.

    O mercador de Veneza – Nesta comédia o tema da justiça se dá através da distinção entre o Velho e o Novo Testamento. Shylock, um rico judeu, é a representação do Velho e lhe falta espaço para misericórdias. Ele se opõe à “gentil” propensão dos gentios, que representam o Novo Testamento e que se identificam com a ideia da redenção.

    Henrique V – É uma das dez peças históricas de Shakespeare. Escrita em 1599, narra a invasão da França por Henrique V e sua vitória na batalha de Azincourt em 1415. Segundo a tradutora beatriz Viégas-Faria, “assim como se pode dizer que, em geral, a comédia termina em celebração e a tragédia termina em morte, a peça histórica termina apontando para uma continuidade cronológica dos eventos apresentados no discurso dramático”.

    Hamlet – Junto com Macbeth e O rei Lear esta peça inaugura o ciclo que ficou conhecido como dark plays, ou “peças com problemas”. Hamlet é mais uma obra clássica da literatura mundial. Segundo o tradutor Millôr Fernandes, sua permanente atualidade decorre da “força com que trata os problemas fundamentais da condição humana. A obsessão de vingança onde a dúvida e o desespero concentrados nos monólogos do príncipe Hamlet adquirem uma impressionante dimensão trágica”.

    Macbeth – É o protagonista desta tragédia. Trata-se de um general do exército escocês muito estimado por seu rei (Duncan), por sua lealdade e pelos serviços prestados como temível guerreiro. No entanto, após uma inesperada visita de três bruxas, Macbeth se vê diante uma terrível tragédia, envolvendo a cobiça pelo poder, a traição e a culpa.

    O rei Lear – Esta tragédia retrata o período de velhice do rei da Bretanha que se vê obrigado a dividir seu reinado. No entanto, o monarca não tem nenhum filho, apenas três mulheres para sucedê-lo. A situação piora quando o grau de discernimento do rei é posto em xeque e a traição parecia estar por todos os lados.
    Depois de comentar cada uma das obras, divida os alunos em seis grupos. Informe à turma que cada grupo será responsável pela leitura do primeiro ato das seguintes obras, assim distribuídas:
    Grupo A: Sonho de uma noite de verão.
    Grupo B: O mercador de Veneza.
    Grupo C: Henrique V.
    Grupo D: Hamlet.
    Grupo E: Macbeth.
    Grupo F: O rei Lear.

    Distribua uma cópia de cada peça ao responsável do grupo e, após a leitura, explique que cada grupo ficará encarregado de realizar um resumo do que foi lido para aula seguinte. Este resumo deverá ser apresentado em forma de cartaz e com a leitura dramática de alguns trechos da peça analisada. Cada aluno do grupo pode resumir uma das cenas do ato.

    4ª aula
    Retome a formação os grupos e as peças de Shakespeare analisadas nas aulas anteriores. Peça para que cada grupo faça a apresentação do resumo, exponha os cartazes na lousa e nas paredes da sala de aula e faça a leitura dramática dos trechos selecionados do primeiro ato. O seu papel é o de favorecer o debate entre os grupos. Procure esclarecer as dúvidas surgidas sempre contextualizando o autor e suas obras. Você também deve aproveitar os cartazes para mostrar à turma elementos comuns aos textos shakespearianos para justificar a autenticidade da autoria das obras do inglês.

    Avaliação
    Considere a participação efetiva dos alunos durante as aulas e a análise crítica das obras investigadas por eles. Espera-se que eles compreendam os elementos que caracterizam a obra de Shakespeare e sintam-se provocados a finalizar a leitura das obras estudadas.

    Quer saber mais?

    Bibliografia
    1599: Um ano na vida de William Shakespeare, James Shapiro, Ed. Planeta.
    A linguagem de Shakespeare, Frank Kermode, Ed. Record.
    Shakespeare, Claude Mourthé, Ed. L&PM.
    Hamlet: Poema ilimitado, Harold Bloom, Ed. Objetiva.
    Hamlet, William Shakespeare, L&PM.
    Henrique V, William Shakespeare, L&PM.
    Macbeth, William Shakespeare, L&PM.
    Sonho de uma noite de verão, William Shakespeare, L&PM.
    O mercador de Veneza, William Shakespeare, L&PM.
    O rei Lear, William Shakespeare, L&PM.

    Consultoria Rodrigo Priante Ugá

Visualizando 1 post (de 1 do total)

Você deve fazer login para responder a este tópico.

Fechar Menu